logo1.png

Inteligência Emocional 

 

 

O QUE DE PIOR PODE ACONTECER?

 

Quando você se deixa consumir pela rotina, dificilmente encontra tempo para refletir sobre suas emoções. Há quem invista pesado no conhecimento e na técnica e ainda assim não obtenha resultados satisfatórios. Se esse é o seu caso, talvez seja a hora de olhar para dentro de si e procurar respostas. Nunca é tarde para entender o que é inteligência emocional.

Costumamos nos acomodar com a rigidez da nossa maneira de pensar e se comportar. Essa inflexibilidade gera uma visão míope da vida e nos leva a acreditar que nosso modo de ser e agir é imutável. Este comportamento é comum entre quem não sabe o que é inteligência emocional. Nos sentimos condenados a colher resultados ruins do nosso esforço, enquanto vemos outras pessoas crescerem e atingirem seus objetivos.

Mas, na verdade, somos dinâmicos e destinados a evoluir. Quando você se dá conta de que as suas ações são profundamente contaminadas pela forma como você pensa e por seus estados emocionais, uma janela de possibilidades se abre. Surge uma nova área de desenvolvimento pessoal para atuar e buscar aperfeiçoamento.

Compreenda o que é inteligência emocional

Os grandes resultados, vendedores, líderes e empreendedores têm em comum o fato de serem pessoas seguras e confiantes. Eles não temem dizer o que pensam, acreditam no próprio trabalho e nos seus instintos. Normalmente, tomam decisões acertadas, inclusive sob pressão.

Mas o que é inteligência emocional? É a compreensão dos seus sentimentos, da maneira e o contexto em que eles se manifestam e como dominá-los para agir produtivamente. Ela é desenvolvida a partir do autoconhecimento e do entendimento de que determinados modos de pensar favorecem ou prejudicam sua ação.

Funciona assim: quando você pensa, gera um sentimento que levará a uma ação. Emoções positivas como segurança, confiança e prazer conduzem a resultados. Já as negativas – como medo, ansiedade, vergonha – levam a um bloqueio.

 

menina-contemplativa-com-gadgets-e-bloco-de-notas_23-2147778674.jpg

Identifique seus padrões de pensamento

Não temos o poder de controlar diretamente nossas emoções, mas somos capazes de dominar os pensamentos. Assim, indiretamente, geramos sentimentos que favorecem as ações. Pensar positivo é produtivo, pois gera o bom estado que é necessário para concretizar ideias e obter resultados.

Durante um curso que eu ministrava, um aluno, proprietário de uma agência de turismo, lamentou o fato de não conseguir vender seus pacotes de viagens. Sempre que telefonava para os clientes sentia medo e vergonha de ser inconveniente por supostamente atrapalhar a rotina de pessoas que não estavam interessadas no seu produto.

Por que ele sentia medo? Justamente em razão do seu modo de pensar. Que confiança possui um vendedor que procura o cliente já antecipando que ele não vai se interessar pelo produto? Como convencer alguém a valorizar seu trabalho se nem o próprio profissional acredita nele? Esta forma de pensar leva a uma ação pouco eficaz ou até mesmo a um bloqueio.

Pense de forma produtiva

Mas imagine que esse mesmo agente de turismo agora decida fazer seus telefonemas pensando em quanto seu produto ajudará os clientes a desfrutar de momentos felizes de repouso nas férias. Ou nas vantagens em oferecer tarifas mais baratas em hotéis e passagens aéreas. Ou, ainda, no quanto aquele cliente é privilegiado por receber a ligação de um profissional tão sério e competente.

A mudança na forma de pensar gera um estado de autoconfiança e um salto de qualidade na ação, o que produz grandes resultados. Quando você muda a maneira como explica para si mesmo aquilo que está fazendo, a sua ação se transforma.

Esta transformação é poderosa e extremamente produtiva. Agora que você já sabe o que é inteligência emocional, pode pensar e agir de outra forma!

Autor: César Bueno